receitas tradicionais de páscoa

Conheça 3 receitas tradicionais de Páscoa

Adoramos celebrar todo o simbolismo que envolve as datas comemorativas. Após encerrar o ano com o cardápio especial de Natal e Ano Novo, é hora de pensar nas receitas tradicionais de Páscoa.

Se você é quem cozinha na Páscoa, trouxemos uma programação completa para ajudar na sua organização. Antes de conferir nossas dicas para entrada, prato principal e sobremesa, saiba um pouco mais sobre a Páscoa no Brasil e a influência portuguesa nesses cardápios. Vamos lá!

Conheça um pouco mais sobre a Páscoa no Brasil

Essa é uma celebração que faz parte do calendário religioso cristão, simbolizando a crucificação e a ressurreição de Jesus Cristo. Um detalhe importante é que ela é móvel, ou seja, não acontece na mesma data todos os anos, como o Natal.

No Brasil, a origem da Páscoa está diretamente ligada ao catolicismo. Embora sua verdadeira origem seja no judaísmo, simbolizando o pessach — travessia feita pelos judeus depois de alcançarem a liberdade da escravidão —, os cristãos entendem que é a passagem da morte para a vida, representada pela ressurreição de Jesus Cristo, algo que faz dele uma divindade.

A data é comemorada pelos cristãos, no ocidente, após a Semana Santa. Antes disso, passam pelo período denominado Quaresma. No Brasil, é comum que as pessoas façam promessas e realizem penitências durante esses 40 dias.

Você já deve ter ouvido algum amigo comentar que está em jejum de chocolate, refrigerante ou carne vermelha do carnaval até a Páscoa, não é mesmo? Esse é um hábito comum entre os cristãos brasileiros.

Contudo, as tradições também variam de acordo com a região — ainda que as festividades estejam suspensas em função das restrições relacionadas à pandemia. Conheça algumas das comemorações a seguir.

Sul

A festa mais famosa de Páscoa está em Pomerode, Santa Catarina, considerada um reduto alemão no Brasil, que promove a Osterfest. Desde 2008, os turistas têm um mês para visitar a Osterbaum, uma árvore de 25 metros de altura enfeitada com casquinhas de ovos coloridas. A cidade toda é convocada a doar cascas de ovos de galinha ou de plástico pintadas à mão para abastecer a atração principal de festa e bater recordes.

Sudeste

As atrações católicas com procissões e tapetes floridos são atrações tradicionais em Ouro Preto e São Paulo. Na capital paulista, mais precisamente na rua Lava-pés, no bairro Cambuci, os fiéis vivenciam a tradição da malhação de Judas — mais uma herança dos portugueses. Desde 1937, os cristãos se reúnem no local para bater e atear fogo em um boneco recheado com serragem.

Centro-oeste

Desde 1795, a Procissão do Fogaréu revive em Goiás a paixão e a morte de Jesus Cristo. Na madrugada de quinta para sexta que antecede o domingo de Páscoa, cerca de 500 homens saem às ruas em procissão segurando tochas e ao som de tambores. O ritual representa a condenação de pecadores, homenageando a prisão e a crucificação de Jesus Cristo.

Nordeste

Nessa região, também acontecem procissões do fogaréu, mas nada é tão emocionante e comentado quanto a encenação da Paixão de Cristo, considerado o maior espetáculo a céu aberto do mundo. A representação acontece em Nova Jerusalém, Pernambuco, e conta com a atuação de atores famosos e transmissão ao vivo pela televisão.

Norte

Aqui, há outras expressivas encenações da Paixão de Cristo, sendo que a mais famosa ocorre em Barcarena, no Pará. Na capital do estado, em Belém, a Procissão do Senhor Morto reúne milhares de fiéis em busca da cura para seus problemas de saúde.

Entenda a relação entre coelhos e ovos de chocolate

A Páscoa é associada a coelhos, ovos e chocolate. O coelho representa a abundância, uma imagem herdada de contos e histórias infantis europeus do século XVIII.

Já os ovos trazem como simbologia o nascimento e a ressurreição de Jesus Cristo. Eles remontam uma tradição antiga dos povos da Europa e do Mediterrâneo, que presenteavam os entes queridos com ovos pintados à mão.

Inclusive, ainda hoje há quem adote a pintura de ovos de galinha, recheados ou não com chocolate, para intensificar a proposta da data e encantar os convidados.

Além de comermos ovos de chocolate, várias receitas deliciosas para o menu de Páscoa levam esse ingrediente — como o folar de Páscoa, que apresentaremos neste artigo.

O próprio ovo de galinha também é uma ótima opção para os católicos que não consomem carne no período da quaresma. Além de altamente nutritivas, receitas com ovos são uma opção barata e versátil para incorporar aos cardápios diários.

Veja qual é a influência da culinária de Portugal nessa data

O Brasil é um país que foi colônia de Portugal. Por isso, não é uma grande novidade saber que os pratos considerados tradicionais na mesa do brasileiro em datas festivas sofrem uma forte influência portuguesa.

Em geral, os portugueses contribuíram com técnicas culinárias, doces tradicionais, uso de especiarias, cultivo de arroz, hortaliças, frutas, criação de galinha, porco e boi para o consumo, uso de ovos, azeite de oliva, açúcar e coco nas receitas. Muitos desses ingredientes, apesar de serem originários da Índia, são heranças trazidas pelos portugueses na época da colonização.

É impossível falar de tradição, Páscoa e heranças portuguesas sem falar do bacalhau. O ingrediente é uma estrela desde a Idade Média, quando os católicos começaram a fazer jejum de carne vermelha. O período de jejum era muito maior que nos dias atuais, e o bacalhau era a principal fonte de alimentação nesse tempo.

Os cristãos seguiram a tradição e até hoje o peixe é a estrela da Páscoa. Além dele — cuja receita vamos apresentar em nossa sugestão de menu a seguir —, há diversas outras influências portuguesas que você pode acrescentar ao cardápio de Páscoa e em outras datas comemorativas, como o pudim de leite condensado e o quindim.

Confira 3 sugestões de menu para a sua Páscoa

Agora que você já conhece um pouco mais sobre as celebrações culturais dessa data aqui no Brasil, chegou a hora de você conferir nossas sugestões para um menu completo de Páscoa!

1. Entrada: Folar de Páscoa com ovo cozido no interior

Para uma massa que rende cerca de nove folares, com um ovo cozido para cada, você vai precisar de:

  • 1 Ovo Happy Eggs Mantiqueira;
  • 250 ml de leite morno;
  • 2 colheres (chá) de fermento biológico seco;
  • 110 g de açúcar;
  • 570 g de farinha de trigo;
  • 1 colher (café) de erva-doce em pó;
  • 1 colher (café) de canela em pó;
  • raspa de 1 limão pequeno;
  • 100 g de manteiga ou margarina amolecida.

Antes de preparar a massa, cozinhe o ovo em água e sal, desligando a água assim que atingir o ponto de fervura. Retire da água fervente após 5 minutos, escorra e reserve. Agora, vamos à preparação da massa, que pode ser feita das seguintes maneiras:

  • máquina de fazer pão: junte os ingredientes na ordem acima, selecione o programa “Massa” e deixe que a máquina faça o seu trabalho até o fim, incluindo o processo de levedar;
  • à mão ou na batedeira: mexa o fermento com o leite morno, junte o açúcar e o ovo e bata. Acrescente a canela, a erva-doce e a raspa de limão, batendo novamente. Junte e bata a farinha e, por fim, acrescente a margarina e mexa até ser absorvida. Polvilhe a massa com farinha, cubra com um pano e deixe descansar por aproximadamente 1h30min até dobrar de tamanho. 

Depois de todo esse processo, a massa deve estar macia e você pode começar a preparar os seus folares: abra uma porção da massa, recheie com um ovo cozido e descascado e feche. Coloque-os em uma forma untada. Se preferir, pode decorar cada um deles. Basta separar um pedaço da massa antes de montar os bolinhos, fazendo uma cruz ou patinhas de coelho em cima de cada folar já fechado.

Pincele toda a sua produção com ovo batido e deixe descansar por 15 minutos, enquanto espera o forno aquecer a 180 ºC. Você deve assar a sua receita a essa temperatura por 20 a 35 minutos — dependendo do seu forno e do tamanho dos seus bolinhos.

2. Prato principal: Bacalhau com ovos e creme de cebola

O bacalhau com ovos e creme de cebola é uma reinvenção do bacalhau com natas, prato típico português, com grande potencial para se tornar um dos clássicos da Páscoa entre a sua família e uma receita com ovos apreciada ao redor do mundo.

Embora seja um prato delicado e sofisticado, seguindo o passo a passo você conseguirá produzi-lo tranquilamente. Vamos para os ingredientes:

  • 10 gemas de Ovos Caipira Orgânicos Mantiqueira;
  • 3 claras de Ovos Caipira Orgânicos Mantiqueira;
  • 1 colher (chá) de fécula de batata;
  • 1 folha de louro;
  • 1,2 kg de batatas raladas;
  • 10 pedaços de 200 g de lombo de bacalhau dessalgado e hidratado;
  • 100 g de sal;
  • 100 g de salsinha escaldada;
  • 2 dentes de alho;
  • 300 g de cebolas cortadas em quatro pedaços cada;
  • 400 ml de azeite de oliva extravirgem;
  • 50 ml de vinho branco;
  • 500 ml de água;
  • 500 ml de vinagre de vinho branco.

O primeiro passo é preparar uma solução com a água, o vinagre e o sal. Coloque as gemas de molho nesse líquido e deixe que permaneçam imersas por, aproximadamente, 2 horas.

Em uma assadeira, coloque o bacalhau, a folha de louro e regue com 300 ml de azeite. Leve ao forno por 20 a 25 minutos, a uma temperatura de 150ºC.

O próximo passo é preparar o rosti de batata: misture o ingrediente com as claras e a fécula de batata e tempere com sal. Aqueça o azeite e adicione a mistura das batatas, deixando-as dourar dos dois lados. Escorra a gordura e leve o rosti ao forno preaquecido a 150ºC, durante 15 minutos.

Para finalizar, vamos ao creme de cebola. Refogue as cebolas em 50 ml de azeite, coloque o alho, o vinho branco e cozinhe por alguns minutinhos. Como toque final, triture a salsinha com os 50 ml restantes de azeite.

Agora é hora de servir: após as gemas completarem as 2 horas no molho, use cada uma delas para rechear um rosti. Coloque um pedaço do bacalhau em cima e acrescente o creme de cebola. Bom apetite!

3. Sobremesa: Colomba pascal

Para muitos, a sobremesa é a hora mais deliciosa dos almoços e jantares em datas festivas. O prato perfeito para essa hora é a colomba pascal. Contrariando as influências portuguesas do resto do menu, este é um prato que tem origem na Itália.

Parecido com o panetone, a colomba pascal pode ser assada em forma de cruz ou oval, lembrando os ovos de Páscoa. Além disso, podem levar frutas cítricas ou gotas de chocolate. Confira a receita!

Os ingredientes para a massa são:

  • 5 gemas de Ovos Caipira Mantiqueira;
  • 2 xícaras (chá) de frutas secas, cristalizadas ou gotas de chocolate;
  • 100 g de açúcar;
  • 1 colher (café) de sal;
  • 120 ml de leite integral;
  • 3 colheres (sopa) de raspas de laranja, tangerina e limão-siciliano;
  • 100 g de manteiga;
  • 30 g de fermento biológico fresco;
  • 500 g de farinha de trigo.

Para a cobertura, você vai precisar de:

  • 4 colheres (sopa) de leite integral morno;
  • 2 xícaras (chá) de açúcar de confeiteiro;
  • 1/2 xícara (chá) de amêndoas torradas e picadas;
  • 1 colher sobremesa de canela;
  • 1 colher (sopa) de açúcar mascavo.

Agora, vamos ao preparo da massa:

  • esfarele o fermento biológico com as mãos e coloque em uma tigela;
  • adicione 2 colheres de sopa de farinha e 4 colheres de sopa de água. Misture bem e depois deixe fermentar por volta de 20 minutos ou até dobrar de tamanho;
  • na batedeira, bata em velocidade baixa o restante da farinha de trigo, as gemas, o açúcar, uma pitada de sal, as raspas dos cítricos, o leite e a manteiga. Depois, junte o fermento e aumente a velocidade aos poucos. Bata até a massa ficar elástica;
  • com as mãos, misture as frutas ou as gotas de chocolate em uma colher de sopa de farinha de trigo. Depois, junte essa misturinha na batedeira;
  • deixe essa massa crescer dentro de forma descartável, em local aquecido, até dobrar de tamanho;
  • por fim, deixe por aproximadamente 40 minutos em forno pré-aquecido a 180 °C.

Após sua colomba esfriar, é hora de colocar a cobertura. Misture todos os ingredientes e acrescente o leite até dar o ponto de calda. Depois, despeje por cima da colomba. Você pode servir acompanhada de sorvete, mousse ou deixar que as crianças se divirtam tostando seus pedaços em um grill ou sanduicheira. Por tradição, a colomba é servida no café da manhã ou naquele cafezinho especial pós-almoço. Não deixe suas visitas irem embora sem provar!

Para que suas receitas tradicionais de Páscoa façam sucesso na mesa do almoço ou do jantar, é importante acrescentar amor, capricho e fornecedores de qualidade na lista dos ingredientes. Nesse caso, conte com a qualidade dos ovos da Mantiqueira e sirva seus pratos com tranquilidade e segurança. Entre em contato com a gente agora mesmo e conheça nossa linha de produtos.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.