propriedades do ovo orgânico

Conheça as principais propriedades do ovo orgânico

O consumo de alimentos orgânicos, que não utilizam agrotóxicos, aditivos sintéticos, adubos químicos, hormônios e antibióticos em sua produção, vem ganhando espaço entre os brasileiros. O ovo orgânico entra nessa lista e, apesar de cada dia mais popular, costuma levantar muitas dúvidas entre quem consome o alimento.

Afinal, ovo orgânico é sempre vermelho? E a gema, é mais amarela? O valor nutricional muda? Quais são as propriedades do ovo orgânico? Tem diferença entre ovo caipira e orgânico?

Pensando nisso, decidimos explicar, neste conteúdo, de forma detalhada, o que é ovo orgânico. A seguir, você vai entender por que eles são diferentes, conhecer as propriedades do ovo orgânico e aprender a identificá-los na hora da compra.

O que é um ovo orgânico e por que ele é diferente? 

Não é novidade que os ovos sempre estiveram entre os principais alimentos presentes na mesa do brasileiro. Fonte de diversos tipos de nutrientes essenciais para nossa saúde e com valor acessível, ele se tornou uma alternativa ainda mais procurada em tempos de alta no valor da carne.

O aumento no consumo associado a uma tendência de popularização dos alimentos orgânicos fez com que esse tipo de ovo entrasse em evidência nos últimos anos. Para muitas pessoas, optar pelos ovos orgânicos é como um sinônimo de consumir um alimento mais saudável e nutritivo.

O que pode surpreender, no entanto, é que o ovo orgânico não apresenta um valor nutricional superior ao de outros tipos de ovos. Isto é, do ponto de vista da quantidade de nutrientes e dos benefícios para a saúde, não existem diferenças relevantes quando se opta pelo consumo de ovos orgânicos.

No entanto, isso não quer dizer que eles não sejam diferentes. Tanto o ovo orgânico quanto o caipira apresentam uma quantidade maior de carotenoides, que são compostos com reconhecida ação antioxidante.

Isso acontece porque, nesses sistemas de criação, as galinhas ciscam sobre forragens naturais, que contêm essa substância. O resultado é uma gema mais pigmentada, mas que não interfere na qualidade do ovo de forma significativa.

Que tipo de galinha pode produzir um ovo orgânico?

Outro engano comum em relação aos ovos orgânicos é pensar que eles são produzidos por tipos específicos de aves. A verdade é que qualquer galinha pode dar origem a esse tipo de ovo.

O que realmente importa para que um ovo seja considerado orgânico é o manejo e a criação desses animais. A ideia é que sejam aplicadas as técnicas mais tradicionais possíveis, em que as galinhas vivem soltas, se alimentam apenas com insumos naturais e podem expressar seus comportamentos instintivos.

Assim, em vez de viverem em gaiolas, é fundamental que as aves estejam em um ambiente com acesso a poleiros e a possibilidade de formarem ninhos. Essa forma de criação permite, ainda, que elas realizem o chamado banho de areia, que é quando elas limpam seus corpos e sua plumagem.

Isso tudo quer dizer que não é necessário que a galinha tenha uma raça ou linhagem específica para produzir ovos orgânicos. Até mesmo as aves que são submetidas a um regime de produção industrial podem dar origem a ovos orgânicos, contanto que se adaptem a esse tipo de criação.

O que as galinhas produtoras de ovos orgânicos comem?

A alimentação das aves é um dos aspectos mais importantes na hora de classificar seus ovos como orgânicos. Essas diretrizes estão determinadas em uma legislação específica, que regulamenta a produção orgânica — a Instrução Normativa Nº 46 de 06 de outubro de 2011, do Ministério da Agricultura.

De acordo com as normas, a alimentação das galinhas produtoras de ovos orgânicos deve ser exclusivamente natural e de origem vegetal. Além disso, esses alimentos não devem conter nenhum tipo de pigmentação, de agrotóxicos, de fertilizantes, e nem podem ser classificados como transgênicos.

As rações utilizadas na criação de galinhas poedeiras de ovos orgânicos são, geralmente, compostas de ingredientes como milho, farelo de soja, farelo de trigo, farelo de ossos, entre outros. Esses alimentos são desenvolvidos para uma nutrição balanceada e próxima da natural, fornecendo quantidades adequadas de energia, proteínas, fibra, cálcio e outros nutrientes essenciais.

De acordo com a legislação vigente, é permitido que se utilize até 20% de alimentos convencionais na formulação dessas rações. No entanto, essa parcela não pode conter alimentos transgênicos para se enquadrar nessa norma.

Qual é a diferença entre orgânico e caipira?

Como você deve ter percebido, existe uma série de semelhanças quando colocamos frente à frente o ovo orgânico e o ovo caipira. Quais são, então, as diferenças práticas entre esses dois tipos de ovos que encontramos nas prateleiras dos supermercados?

Em primeiro lugar, é preciso ter em mente que todo ovo orgânico é também caipira, mas nem todo ovo caipira pode ser classificado como orgânico. Isso acontece porque as regras para que um ovo seja considerado orgânico são ainda mais rígidas do que as que devem ser seguidas na produção dos tipos caipira.

A principal diferença, como dissemos anteriormente, é relacionada à ração: as galinhas que botam ovos orgânicos podem comer apenas ração produzida também com alimentos orgânicos, enquanto para as galinhas caipiras essa regra não existe.

Outro exemplo é a forma de criação: o sistema orgânico exige um mínimo de área de 3 m² para cada ave em sistema extensivo ou 1 m², no piquete, em sistema rotacionado. Já para ovos caipiras, é permitido que essa área tenha entre um e três metros.

Outra semelhança entre ovos caipiras e orgânicos é que as galinhas poedeiras não podem ser tratadas com o promotores de crescimento. No entanto, no caso de os animais adoecerem, aquelas que darão origem a ovos caipiras podem ser submetidas a tratamento profilático, com o uso de antibióticos, sob supervisão veterinária. 

O mesmo não ocorre no caso das galinhas de que se pretende obter ovos orgânicos. Nessa situação, o uso de medicamentos é totalmente vetado pela legislação, podendo-se apenas recorrer a tratamentos homeopáticos. O objetivo dessa norma é garantir que esse alimento chegue aos consumidores sem nenhum resíduo químico em sua composição.

A cor do ovo determina se ele é orgânico?

Esse é mais um engano comum que muitas pessoas cometem na quando o assunto são ovos. De forma geral, é comum pensar que os ovos com a casca vermelha ou marrom contêm mais nutrientes e são mais saudáveis. Mais do que isso, há quem imagine que a coloração é o suficiente para classificar um ovo como caipira ou orgânico.

A verdade, no entanto, é que a coloração da  casca de ovo não tem relação com essa definição. Essa característica depende apenas da genética das próprias galinhas.

Em geral, galinhas com penas brancas põem ovos brancos e galinhas de penas marrons colocam ovos vermelhos ou amarronzados. Mas há ainda casos de espécies que colocam ovos com cor de casca acinzentada e azulada, por exemplo.

Desse modo, a principal diferença entre ovos brancos e vermelhos costuma ser o preço para o consumidor. Isso porque as galinhas poedeiras de ovos vermelhos costumam gerar mais custos aos produtores, o que se reflete na prateleira do supermercado.

Quanto à coloração da gema do ovo, essa sim nos permite identificar algumas características sobre o seu tipo. Tons de gema em amarelo mais escuro, próximo ao alaranjado, indicam a maior concentração de betacaroteno, mais comum em aves criadas livremente.

Assim, os ovos caipiras, incluindo os orgânicos, tendem a apresentar uma gema mais escura que a dos ovos comuns. Em resumo, não é possível determinar se um ovo é orgânico apenas pela coloração da sua casca.

Como ter certeza de que o ovo que estou comendo é mesmo orgânico?

Como você percebeu, não dá para se basear apenas nos aspectos visuais para se certificar de que um ovo é orgânico ou não. Então, o que fazer para ter a certeza de que os ovos que você consome realmente podem receber essa classificação?

A melhor forma de fazer isso é dar sempre preferência aos produtos que contam com todas as certificações exigidas pelo setor. Isso assegura que a empresa produtora respeite todas as normas para a produção de alimentos orgânicos, garantindo a confiança que o consumidor procura nessa hora.

No Brasil, a principal certificação concedida aos ovos orgânicos é o selo do SisOrg (Sistema Brasileiro de Avaliação de Conformidade Orgânica). Ele é a garantia ao consumidor de que o produto passou por todas as etapas corretas para manejo orgânico.. A Ovos Mantiqueira, aliás, possui essa certificação.

Quer uma dica? Os Ovos Caipira Orgânico Mantiqueira são a melhor opção para quem se preocupa com uma alimentação saudável e sustentável. Eles são do tipo vermelho, grandes e de alta qualidade, podendo ser encontrados em embalagens de seis e de dez unidades.

Você também tem a opção de contar com os produtos da Ovos Mantiqueira, incluindo o ovo orgânico, sem sair de casa. É só fazer parte do Clube Mantiqueira para receber um kit personalizado de produtos sempre frescos. Saiba mais sobre o Clube Mantiqueira, faça sua assinatura e tenha sempre ovos frescos de forma prática!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.