ovo é remoso

Tira-dúvidas Mantiqueira: ovo é remoso?

O ovo é uma proteína saudável, que contém várias vitaminas, além de diferentes minerais. Por isso, ele proporciona vários benefícios para a saúde. Mas sempre existe a dúvida: o ovo é remoso?

Para responder a essa questão, precisamos entender o que é reima, o que ela causa e que alimentos têm essa características. Por isso, reunimos as principais informações para tirar suas dúvidas de uma vez por todas sobre o assunto. Vamos lá?

Por que é importante conhecer as propriedades dos alimentos?

Sabe aquele ditado que diz que “a gente é o que a gente come”? Nada é mais verdadeiro que isso! Quando nos alimentamos de produtos de qualidade, que oferecem benefícios para a saúde, isso se reflete em nossa rotina: temos mais disposição, tônus muscular, nossa imunidade sobe e muitas coisas boas acontecem.

Por outro lado, quando comemos produtos de origem duvidosa ou ultraprocessados, frequentemente, ingerimos conservantes e aditivos químicos que podem se acumular em nosso organismo. Assim, são capazes de provocar doenças e males cuja origem, muitas vezes, é difícil de rastrear, como alergias, enxaquecas e afins.

Por isso, é extremamente importante optar sempre pelo melhor em nossos hábitos alimentares, conhecendo as propriedades e a origem do que consumimos. Dessa forma, garantimos que estamos construindo nosso organismo com o que há de melhor e asseguramos uma vida mais longa e saudável.

O que são alimentos remosos?

Entendendo essa questão, vamos ao assunto do texto! Alimentos são considerados remosos quando demonstram potencial inflamatório no nosso organismo. Ou seja, seu consumo favorece o surgimento de inflamações ou dificulta processos de cicatrização e recuperação de doenças e intervenções cirúrgicas.

Geralmente, o alimento remoso é aquele rico em gordura, óleos refinados, açúcares e sal. A título de exemplo, podemos citar embutidos, como salsicha, biscoitos, linguiças etc.

Entre os alimentos naturais, a presença de reima está associada ao consumo de animais que têm dieta carnívora. Isso porque, muitas vezes, esses animais consomem carne em decomposição, ingerindo bactérias e outros agentes semelhantes.

Claro que o preparo do alimento pode destruir as bactérias, mas não elimina as toxinas, que são resistentes a altas temperaturas. É justamente isso que faz com que eles tenham maior chance de causar inflamações e interferir negativamente em um pós-cirúrgico, por exemplo.

Em geral, alimentos remosos aumentam a possibilidade de haver formação de cicatrizes visíveis e aderências. Em função disso, devem ser excluídos do cardápio sempre que for necessário passar por um processo de cicatrização, quando se faz uma tatuagem ou piercing ou no tratamento de feridas.

O ovo é remoso?

Muita gente acha que o ovo é remoso, mas, em sua composição, ele não tem muitos dos itens que provocam a reima. Além disso, é um alimento natural.

O ovo pode apresentar um pequeno grau de reima, mas sabe-se que as proteínas existentes no ovo ajudam na recuperação, pois são base para a regeneração dos tecidos. Portanto, somente quem tem alergia a ovo precisa restringir esse alimento quando está se recuperando de uma cirurgia ou precisando cicatrizar algum corte ou ferimento.

Quais alimentos são remosos?

Abaixo, veja alguns exemplos de alimentos considerados remosos e que devem ser evitados na recuperação de cirurgias, cicatrização de tatuagens, piercings e de qualquer problema de pele:

  • sucos industrializados;
  • refrigerantes;
  • batatas fritas, pastel e salgados fritos em geral;
  • fast-food;
  • carne de porco;
  • embutidos e processados em geral (salsicha, bacon, linguiça etc.);
  • doces, bolos e chocolates;
  • biscoitos recheados;
  • macarrão instantâneo;
  • tabletes de caldos (caldo de carne ou de legumes industrializado);
  • comida congelada comprada pronta;
  • sorvetes;
  • bebidas alcoólicas;
  • barras de cereal etc.

Quanto maior o consumo desses alimentos, mais difícil será o processo de cicatrização. Por isso, é importante que fiquem de fora da rotina alimentar por pelo menos uma semana, nos períodos de recuperação de procedimentos cirúrgicos e afins.

A qualidade do ovo interfere na segurança de alimentos?

Como explicamos anteriormente, a qualidade do que consumimos interfere nos efeitos sobre nosso organismo. Isso também vale para a segurança de alimentos.

O ovo tem alto valor biológico e faz parte de dietas saudáveis e nutritivas, e a marca do ovo que você consome está intimamente ligada ao nível de segurança desse rico alimento. Afinal, as aves precisam estar livres de problemas respiratórios, bacterianos e entéricos.

É por meio da ração que a ave consegue quase todos os nutrientes necessários para se desenvolver de forma saudável e passar pela fase da postura. Uma ração de qualidade ajuda a manter a saúde intestinal das aves.

Além disso, as vacinas são essenciais, pois ajudam a manter a qualidade dos ovos e eliminam o risco de resíduos de medicamentos. Portanto, é preciso escolher um fornecedor de confiança, que se preocupe com todo o processo de produção do ovo que está fornecendo para seus clientes. 

Isso tudo, claro, sem se esquecer de que o consumidor precisa aprender a higienizar ovo da forma correta, evitando contaminações em casa até a hora do consumo.

Quais são as principais propriedades do ovo?

Você sabia que comer ovo todo dia faz muito bem para a saúde? Ele é um alimento rico em proteínas, vitaminas e minerais, ou seja, é quase um polivitamínico natural! Por isso, é um excelente antioxidante que evita o envelhecimento precoce e protege o organismo contra o desenvolvimento de doenças crônicas.

A presença de minerais como ferro, fósforo, potássio, selênio, zinco e manganês ajuda a:

  • combater a anemia;
  • fornecer energia para o organismo;
  • aumentar a imunidade.

A antiga crença de que o ovo aumenta o colesterol já caiu por terra. Na verdade, ele reduz o nível do colesterol LDL, considerado ruim, e aumenta o do HDL, o chamado colesterol bom. Por não conter lactose nem glúten, pode ser consumido por pessoas com intolerância a esses dois componentes alimentares.

Portanto, aproveite as diversas propriedades benéficas do ovo e mantenha esse poderoso alimento em sua dieta, preferencialmente, consumindo ovos de qualidade e que garantam a sua segurança e a da sua família. Lembrando que a Ovos Mantiqueira tem um forte compromisso com a segurança de alimentos em sua produção.

Resumindo o que conversamos, o ovo é remoso, mas não deve ser excluído da dieta, pois esse efeito é pequeno. Além disso, ele tem inúmeros nutrientes importantes para a saúde.

Quer receber mais conteúdos ricos e informativos como este? Assine nossa newsletter e receba o aviso sempre sobre as novas publicações!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.