nascentes do rio verde mg

Nascente do Rio Verde MG: saiba como está o projeto da Mantiqueira

As datas de 21/03, Dia do Rio Verde, e 22/03, Dia Mundial da Água, são especiais para a cidade de Itanhandu, em Minas Gerais, e também para a Mantiqueira Brasil. E em 2022, temos motivos de sobre para comemorar! Para quem não sabe, a Mantiqueira Brasil anunciou, em 2021, um aporte de R$ 1 milhão no projeto de recomposição e preservação das nascentes do Rio Verde.

Agora, um ano após o início do trabalhos, orgulhosamente prestamos conta desse trabalho. Spoiler: já foram protegidos mais de 5.700 metros!

Quer saber como está o de cercamento das nascentes dos riachos contribuintes do Rio Verde e ficar por dentro de tudo o que rola no projeto? Então, continue a leitura!

Água: ovos, bem-estar animal e responsabilidade ambiental

A água é um recurso indispensável para a vida em nosso planeta. Ela é fundamental para a produção de alimentos, inclusive para a produção de ovos. É o que garante o bem-estar animal para manter os padrões de qualidade exigidos e que são adotados pela Mantiqueira Brasil no trato das aves.

Ciente da necessidade e da importância de preservar esse recurso básico e fundamental, A Ovos Mantiqueira contribuiu para a continuidade do Projeto Rio Verde, a fim de promover a proteção de nascentes.

As nascentes do Rio verde

A nascente da bacia hidrográfica do Alto Rio Verde se inicia na Serra da Mantiqueira, ao sul do estado de Minas Gerais, sendo localizada nos municípios de Passa Quatro e Itanhandu.

Ao longo do século XIX, a bacia foi ocupada e sofreu agressões em função do desmatamento para extração de madeira e para formação de pastos, o que modificou a paisagem. A ação antrópica degradou as florestas das áreas que produziam água e isso provocou grandes prejuízos para a produção da bacia hidrográfica do Alto Rio Verde.

A área dessa bacia cobre 116,045 km², sendo composta por um complexo de riachos que se unem e formam o Rio Verde. Toda essa área da bacia foi dividida em microbacias, de modo que se pudesse promover ações ambientais para cada uma delas conforme o uso feito do solo naquela região.

Foi a partir dessas análises e estudos que se desenvolveu o Projeto Produtor de Água, financiado pela Mantiqueira Brasil.

A participação da Mantiqueira Brasil em projetos de preservação

Em 2021, a Mantiqueira Brasil assumiu o compromisso de contribuir para a recomposição e preservação do Rio Verde. O projeto foi desenvolvido para proteger e conservar 33 nascentes do rio, que é a principal fonte de abastecimento de água da cidade de Itanhandu.

Além da cooperação técnica com o projeto desde o seu início, a Mantiqueira Brasil se tornou um apoiador do Projeto Produtor de Água, para preservar as nascentes dos riachos contribuintes do Rio Verde.

Com o suporte da Mantiqueira, a segunda fase do projeto realizou a proteção de cinco contribuintes do Rio Verde em apenas oito meses. Isso garantiu melhores condições para proteger cada nascente do Rio Verde MG em todo o sistema hídrico da sua bacia.

A Mantiqueira Brasil é a única instituição privada a participar do projeto, onde se localiza uma das suas principais unidades produtoras. Ficou encarregado:

  • da elaboração do diagnóstico da bacia hidrográfica;
  • das ações de cercamento e proteção das nascentes, estimado em mais de 60 km de cerca;
  • da criação de pequenas barragens nas estradas para controlar o fluxo das águas pluviais, evitando erosões e assoreamento do rio;
  • da criação de áreas para sombreamento das criações de gado e proteção de reservas florestais, habitat da fauna nativa;
  • da recuperação de áreas com erosão já existentes.

Há muito ainda a ser feito e as intervenções são fundamentais para ajudar a proteger a nascente do Rio Verde MG, criando condições para o retorno da produção de água limpa para o rio.

Sobre o Projeto Produtor de Água

O Projeto Produtor de Água de Itanhandu nasceu como fruto da iniciativa de agentes da sociedade e do setor público, e vem desenvolvendo a recuperação ambiental dos recursos hídricos do município. O projeto é voltado para o estudo e a recuperação da bacia hidrográfica do Alto Rio Verde, no município de Itanhandu.

O Rio Verde é de vital importância para a cidade de Itanhandu e a principal fonte de abastecimento de água para a população de 14 mil habitantes. Mas é igualmente fundamental para o estado de Minas Gerais, pois beneficia mais de 450 mil pessoas.

A cidade de Itanhandu abriga as nascentes deste importante rio do estado, que percorre seus 220 Km até a sua foz, abastecendo 31 municípios da região sul de Minas Gerais.

“A Mantiqueira Brasil participa desde o início do Projeto Produtor de Água, e percebendo a falta de recursos para a continuidade do programa, tomou para si os custos”, explica Leandro Pinto, presidente da Mantiqueira Brasil.

E continua: “é fundamental a participação da iniciativa privada na preservação do meio ambiente e no impacto nas comunidades locais. É preciso também conscientizar os ocupantes da bacia da necessidade de uma recuperação e manutenção dos recursos hídricos, tão necessários para a economia do município”.

Sobre o Projeto Rio Verde

O programa Produtor de Água teve início com um estudo das características hídricas da bacia, dividida em 34 microbacias hidrográficas, detalhando cada contribuinte do Rio Verde, suas nascentes, seus remanescentes florestais e tipo de uso do solo.

O levantamento mostrou que a ocupação das microbacias provocou o desflorestamento das matas ciliares e de topo (estratégicas na produção de água), diminuindo drasticamente a vazão dos córregos contribuintes do Rio Verde.

A proteção dessas matas remanescentes, que serviram de banco de sementes para regeneração das florestas, e a recomposição destas áreas de proteção permanente, com cercamento e reflorestamento é fundamental para a recuperação ambiental da bacia do Alto Rio Verde.

Diante dos dados relatados pelo estudo, o grupo gestor, formado por membros da prefeitura municipal, da ONG Instituto Superação, EMATER e a Mantiqueira Brasil decidiram por executar a reabilitação ambiental da bacia hidrográfica, por seus afluentes.

O riacho do Imbiri foi escolhido como microbacia piloto, com o intuito de recuperar os impactos antrópicos dos últimos 30 anos que fizeram com que ela deixasse de contribuir para o sistema do rio.

O projeto inicial com a bacia piloto foi financiado pela Agência Nacional de Águas (ANA) e concluído no ano de 2020. Com essa conclusão, encerrou-se também o financiamento, e foi aqui que a Mantiqueira Brasil teve um papel ainda mais importante.

Os investimentos da Mantiqueira Brasil

A empresa iniciou sua participação no projeto em 2014, mas no ano de 2021 ofereceu um novo financiamento, com mão de obra e insumos, para continuidade dos trabalhos de saneamento ambiental. Assim, o projeto foi retomado nas microbacias que abastecem o bairro Jardim.

O suporte da Mantiqueira Brasil foi indispensável para que a segunda fase do projeto se tornasse possível. Em 2021, a empresa investiu R$ 236.139,40 e foram construídos 5.755 metros de cerca para garantir a proteção da nascente do Rio Verde MG.

Com a construção do cercamento, o conserto de cercas antigas e a construção de três bebedouros para o gado, foi possível proteger três microbacias. Dessa forma, os investimentos da Mantiqueira Brasil garantiram o fornecimento de água para o bairro Jardim, reduzindo a pressão sobre os recursos hídricos do local, além de preservar uma parte remanescente importante da floresta.

O projeto serviu como modelo de aprendizado das ações necessárias para a recuperação ambiental, seus custos financeiros e sociais. Assim, também se tornou referência para a recuperação das outras 33 microbacias.

Uma história que começou no século XIX

A história do uso do solo e de recursos hídricos no município de Itanhandu está sintonizada com a nacional, inserida no bioma Mata Atlântica, que foi devastada, restando apenas 3% da cobertura original.

Mas a ocupação da área da bacia vem desde o século XIX, com a chegada da agropecuária leiteira. Ela transformou a floresta de umas das maiores biodiversidades em uma monocultura de capim.

A retirada da floresta impactou o ciclo hidrológico da bacia, comprometendo desde aquela época a infiltração de água para o lençol freático e as nascentes foram perdendo sua perenidade. Hoje o rio tem somente uma pequena fração do volume de 100 anos. Como a economia e a subsistência dependem de água, esse é um fator limitante para o crescimento da região.

O DNA de sustentabilidade da Mantiqueira Brasil

A Mantiqueira Brasil atua ativamente no planejamento ambiental de suas unidades, seguindo uma política de gestão ambiental compromissada com a sustentabilidade. Investe recursos e esforços para a adequação ambiental, com a missão de oferecer alimentos saudáveis de forma sustentável, respeitando a comunidade e o ecossistema.

Por meio de um sistema de gestão, conta com apoio técnico interno e externo, e monitoramento online das normas ambientais. Assim, garante que as atividades desenvolvidas seguem todas essas normas.

A unidade Itanhandu conta com uma estação de tratamento de efluente industrial, que teve sua capacidade de tratamento triplicada, passando de 5m³ para 15m³ por hora. O sistema implantado foi dimensionado para atender de 88% a 99% na remoção de carga orgânica, respeitando as exigências da Legislação Ambiental em todo território nacional.

Sob os cuidados da Mantiqueira Brasil, está também a 1ª RPPN (Reserva Particular do Patrimônio Natural) do município, com mais de 230 hectares de Mata Atlântica preservados. Assim, a Mantiqueira Brasil contribui para a conservação das mais variadas espécies, mantendo o equilíbrio ecológico.

As ações para preservação da nascente do Rio Verde MG continuam com o importante apoio da Mantiqueira Brasil. Seus investimentos e ações proporcionaram as melhores condições para proteger as nascentes desse sistema hídrico, garantindo também a conservação das florestas, com um impacto ambiental positivo para toda a região e o estado de Minas Gerais.

Além da recuperação das nascentes do Rio Verde, a Ovos Mantiqueira tem outros compromissos com a sustentabilidade em suas granjas. Saiba mais sobre eles!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.