A cor do ovo de galinha altera a estrutura nutricional?

A cor do ovo de galinha altera a estrutura nutricional?

A cor do ovo de galinha não altera a estrutura nutricional do alimento. Mas então por que alguns ovos tem cor de casca diferente? Muda alguma coisa? Por que tem gente que diz que os vermelhos são os melhores do que os brancos?

Essas são dúvidas muito comuns e que precisam ser esclarecidas para saber escolher de maneira consciente os ovos para consumo. Em resumo, é possível dizer que as diferenças nas colorações da casca e da gema estão relacionadas diretamente com a genética e a idade das aves e com o tipo de alimentação.

Quer entender melhor sobre o assunto? Neste post vamos explicar o motivo de haver cores diferentes em ovos (tanto na casca quanto na gema), quais são essas diferenças e se isso interfere no valor nutricional do alimento. Continue a leitura para saber mais!

Os ovos podem ter cores diferentes na casca e na gema

A cor da casca de ovo depende de diversos fatores, em especial da raça da ave. Em geral, galinhas com empenamento branco põem ovos de casca branca, já as que apresentam um empenamento marrom tendem a botar ovos amarronzados – ou vermelhos, como são conhecidos.

Contudo, essa não é uma regra que pode ser aplicada a todas as espécies. Há casos, inclusive, que a coloração da casca do ovo pode variar até para tons acinzentados, azulados, entre outros.

Agora, quando se trata da gema, a alimentação das galinhas é o principal fator de interferência na cor. Isso porque aves que têm uma dieta rica em betacaroteno – seja adicionado na ração ou por meio do consumo de plantas, gramíneas e alimentos que contêm este nutriente – produzem ovos com a gema mais escura.

Confira, a seguir, mais detalhes sobre os fatores que podem interferir na cor da casca e da gema do ovo.

Os fatores que interferem na coloração dos ovos

Agora, vamos explicar os principais fatores que interferem na coloração da casca e da gema dos ovos. Confira!

A famosa biologia

Questões biológicas também estão na lista de fatores que interferem na cor da casca de um ovo. Não vamos entrar em detalhes muito específicos e nem citar todas elas, porque a ideia é que você entenda o motivo de os ovos terem casca diferente, e não termine esse post com especialização em ovo de galinha.

De modo geral, é preciso entender que a casca de qualquer ovo de galinha é composta de carbonato de cálcio, um cristal de cor branca. Isso significa que, em princípio, todos os ovos são brancos.

Porém, quando a galinha bota um ovo, ela produz um líquido lubrificante que envolve toda a sua superfície e ajuda na saída dele pelo oviduto, canal por onde o ovo passa. A cor dessa substância difere em cada raça de ave. É nesta etapa que alguns ovos ‘mudam de cor’, pois ‘absorvem’ o pigmento deste líquido enquanto o ovo se move pelo oviduto.

Tanto que você pode notar que, mesmo nos ovos marrons, a parte interna da casca é branca! Uma exceção ocorre em ovos de galinhas americanas, pois apresentam uma cor azul que envolve a casca e a gema, devido à oocianina, pigmento típico da espécie.

Idade da galinha e tempo no oviduto

Além dos fatores biológicos, há também influências relacionadas a aspectos físicos que alteram a cor da casca do ovo. A idade da galinha, bem como o tempo de permanência do ovo na parte final do oviduto, são dois deles. Dessa forma, uma mesma ave pode botar ovos com diferentes cores na casca. Curioso, não?

Alimentação da galinha

A alimentação da galinha interfere diretamente na cor da gema do ovo. Isso acontece, especialmente, em galinhas criadas livres. Isso porque, por serem soltas, podem consumir frutas, plantas, gramíneas, vegetais e insetos. Quando esses alimentos são ricos em betacaroteno, a gema tende a ficar mais escura.

Então quer dizer que ovos com gema escura sempre são de galinhas caipiras? Nem sempre! Apesar de a cor escura da gema ser bastante típica dos ovos caipira, saiba que ela também pode estar presente em ovos convencionais, basta que haja betacaroteno na ração fornecida às aves.

Agora, o principal ponto aqui é: caipira ou não, com gema clara ou escura, não existem diferenças nutricionais comprovadas entre os diferentes tipos de ovos.

A cor do ovo não altera a estrutura nutricional

Apesar de muita gente jurar que os ovos caipiras são mais saborosos, estudos indicam que as cores de ovos de galinha – seja na gema, seja na casca – não interferem no sabor nem em seu valor nutricional. Dessa forma, não há nenhuma diferença entre ovos vermelhos e brancos, pois eles são igualmente ricos em nutrientes, como vitaminas, proteínas e sais minerais, contendo:

  • biotina;
  • cálcio;
  • coina;
  • fósforo;
  • vitamina A;
  • vitamina D;
  • vitamina E;
  • vitamina K;
  • vitaminas do complexo B;
  • zinco.

Independentemente da cor do ovo, a clara fornece altas concentrações de proteínas e não apresenta gorduras, contendo mais da metade da vitamina B2 disponível no ovo. Esse é um alimento tão nutritivo que pode ser aproveitado por inteiro. A propósito, a farinha de casca de ovo pode ser utilizada em preparo de receitas e até como adubo para plantas.

A qualidade e a procedência do alimento devem ser garantidas

No mercado, há diversos tipos de ovos, como o caipira, o jumbo, o orgânico etc. Por isso, o mais importante na hora de escolher é verificar a sua procedência e a qualidade. Afinal, ovo tem marca!

Para ter certeza de que está adquirindo bons produtos, que entreguem os nutrientes esperados, é fundamental considerar alguns aspectos na hora da escolha, principalmente de escolher fornecedores que se preocupem com a excelência.

Dessa forma, ao comprar ovos, é preciso verificar se a empresa é comprometida com a saúde das aves e a maneira como eles são transportados.

Por isso, observe a embalagem e prefira marcas conhecidas e consolidadas no mercado, como a Ovos Mantiqueira. Um ovo de boa procedência apresenta as seguintes características:

  • aparência da casca — deve estar intacta, sem rachaduras e vazamentos para garantir que a parte interna não tenha ficado exposta;
  • higiene — não pode haver nenhum tipo de resíduo de claras, gemas, ou qualquer outra sujeira presa à casca;
  • informações na embalagem — devem conter dados da empresa, contato, selos, certificações e prazo de validade;
  • registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) — significa que os ovos atenderam às especificações para produção e aos critérios para garantir a qualidade e a segurança do alimento;
  • validade do produto — permite saber quando os ovos foram embalados e o prazo indicado para consumo.

Como você observou, a cor do ovo de galinha não altera a sua estrutura nutricional. Dessa forma, antes de comprar o produto, o principal aspecto que deve ser considerado é a sua procedência para garantir qualidade e altos teores de vitaminas, proteínas e sais minerais.

Gostou de saber sobre a coloração dos ovos? Para receber informações como essas gratuita e diretamente em sua caixa de e-mail, assine a nossa newsletter e fique atualizado!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.