benefícios do ovo

Conheça os benefícios que o ovo oferece à sua saúde

Houve uma época em que o ovo era considerado um dos grandes vilões da saúde. Ainda bem que esses tempos ficaram para trás, já que ele está muito mais para o lado do mocinho do que do bandido!

Hoje, a comunidade médica e científica já reconhece que condená-lo foi uma das maiores injustiças da história alimentar. Todos já sabem os milhares de benefícios do ovo, um dos alimentos mais ricos e completos da natureza. 

O melhor de tudo ainda é que, além de delicioso, ele é super versátil! Dá para comer na salada, colocar na receita fitness e, até mesmo, fazer aquela sobremesa deliciosa, que vamos combinar: ninguém é de ferro, e um docinho, às vezes, cai muito bem!

Que tal entender melhor os benefícios do ovo, os principais tipos existentes de ovos e ficar por dentro dos cuidados na conservação? Conversamos com Lúcia Endriukaite, nutricionista do Instituto Ovos Brasil, que nos ajudou a preparar um guia super completo para você. Acompanhe!

Quais os tipos de ovos?

Será que os ovos são todos iguais? Certamente, não! Para começar, a qualidade e o sabor deles dependem muito da raça das aves, do tipo de criação e da alimentação que recebem. Ou seja, isso pode mudar, dependendo da marca.

Saber o tipo ideal de ovo para você facilitará a hora da compra. Aqui, separamos alguns para seu conhecimento!

Ovo caipira

Sabe aquela imagem de fazenda, com as galinhas livres pelo campo? Os ovos caipira pertencem a elas. Para saber se a marca tem o verdadeiro ovo caipira, é preciso notar a existência do selo “Certified Humane Brasil”, que garante o bem-estar das aves, segundo normas internacionais.

Ovo orgânico

O ovo orgânico é, também, um ovo caipira, com o diferencial da ração que é 100% orgânica. Ou seja, aqui, também, as galinhas também têm um espaço ao ar livre para seu maior conforto.

Ovo vermelho e branco

A coloração da casca do ovo tem relação com a raça da ave. Todos são muito nutritivos, mas os de cor branca pertencem a galinhas de pelagem clara, e os vermelhos, a galinhas mais escuras.

Ovo de codorna

Codornas são aves pequenas, da mesma família de perus e faisões. Os ovinhos são ótimos para petiscos e saladas!

Ovos de outras aves

Os mais famosos são os ovos da galinha e da codorna, “entretanto, é muito comum as pessoas consumirem os de outras aves, como gansa e pata. Eles têm uma variação na quantidade de nutrientes, mas a composição é similar”, conta a nutricionista Lúcia Endriukaite.

Além deles, há outras espécies exóticas, mas a maioria é mais comum fora do Brasil: ovos de ema, gaivota e avestruz, por exemplo.

Ovo à base de plantas

Uma solução para quem quer diminuir o consumo de produtos de origem animal ou para quem tem alergia ou intolerância a esse alimento! É uma mistura feita de plantas e, nas receitas, substitui o ovo tradicional.

Que benefícios o ovo proporciona à saúde?

“No final da década de 60, a American Heart Association estabeleceu um limite máximo de colesterol a ser consumido diariamente. Devido a isso, muitas pessoas começaram a colocar um rótulo de vilão no ovo, limitando seu consumo,” disse Lúcia.

Segundo ela, agora, temos estudos científicos mais modernos e eles mostram que o colesterol presente no ovo não aumenta o risco de doenças, como as cardiovasculares ou o acidente vascular cerebral. “O ovo é nutritivo, fonte de proteína, tem fácil digestão, é saboroso, prático, de baixo custo e apreciado pela maioria das pessoas”, relata a nutricionista.

Além disso, já se sabe que existe um “colesterol bom”, responsável por funções importantes, como a de produzir vitamina D, os hormônios esteroides e compor a membrana celular. Mostraremos, com mais detalhes, alguns dos principais benefícios do ovo. Veja!

Promove saciedade

O alto teor de proteínas no ovo reduz o apetite e aumenta a saciedade. Além disso, ele é um alimento de baixo índice glicêmico, o que significa que a glicose é liberada no sangue de forma lenta, fazendo com que a sensação de fome demore para surgir novamente.

Essa característica é excelente, principalmente, para quem quer emagrecer ou diminuir os estoques de gordura no corpo.

Fornece energia ao organismo

O bom funcionamento do organismo tem relação direta com o que comemos, sabia? Para aquela disposição que nos ajuda a enfrentar o dia a dia, precisamos dar a ele alimentos com energia duradoura. O ovo é uma ótima fonte de disposição energética e diminui a sensação de fadiga.

Favorece o ganho de massa muscular

O ganho de massa muscular é um dos principais objetivos de quem pratica atividades físicas. O ovo é um dos alimentos mais ricos em proteínas, contém BCAA e, diferentemente de outros produtos para essa finalidade, ele tem um valor bastante acessível.

E não pense que o aumento de músculos é apenas um objetivo estético! Ele acelera o metabolismo, promove a diminuição da gordura corporal, previne doenças, alivia dores — como a das costas —, melhora a autoestima e libera endorfina, o neurotransmissor do bom humor.

Alimenta o cérebro

Outro benefício do ovo é a sua substância colina. Ela é uma vitamina que, entre várias funções, ajuda na formação de um neurotransmissor chamado acetilcolina, responsável por melhorar a memória e a cognição.

Outra atribuição é contribuir para a formação da bainha de mielina, uma espécie de capa protetora dos neurônios. Ela ajuda a deixá-los mais ágeis, fazendo com que trabalhem melhor com as informações recebidas.

A nutricionista aponta, ainda, um benefício da colina do ovo para o bebê: “ela está relacionada à transmissão do impulso nervoso e ao desenvolvimento cerebral do feto, na gravidez, e do bebê, nos primeiros anos de vida”.

Aumenta a imunidade

Sabia que pessoas que consomem mais ovos semanalmente tendem a ter a imunidade mais alta? Isso é importante, já que ela é o sistema de proteção do organismo.

Assim, se entramos em contato com substâncias nocivas, como vírus, bactérias e fungos, estamos fortes para lidar com esses invasores. Por outro lado, se estivermos com baixa imunidade, o organismo fica mais debilitado.

Segundo a nutricionista do Instituto Ovos Brasil, o ovo é um dos alimentos mais valiosos nesse sentido: “é um dos poucos que contêm a tão estimada vitamina D. Nesse momento desafiador, essa vitamina nunca se mostrou tão necessária”.

É super nutritivo

Outro benefício do ovo é o fato de ele ser super nutritivo, já que é fonte de muitas outras vitaminas. Tem, por exemplo, as vitaminas A, E, B12 e o ácido fólico, que fazem bem para a pele, unhas, cabelo, ossos, combatem a acne, previnem o câncer, combatem a anemia e melhoram a qualidade do sono.

O ácido fólico, inclusive, é uma das vitaminas mais fundamentais às gestantes, pois atua na formação do tubo neural do bebê.

Reduz o risco de diabetes e doenças cardiovasculares

O consumo regular de ovos tende a equilibrar a glicemia no sangue. Como ele contém cerca de meio grama de carboidrato e tem baixo índice glicêmico, é uma ótima opção para quem lida com o diabetes.

Além disso, “o ovo tem em torno de 63% de gorduras mono e polinsaturadas. Portanto, é um alimento que contribui com a saúde do coração”, completa Lúcia. A já mencionada colina também atua aqui, contribuindo na formação de uma enzima que protege o organismo contra a homocisteína, elemento tóxico para esse órgão.

Retarda o envelhecimento

Já ouviu falar nos radicais livres? São substâncias que, apesar de serem importantes para o organismo, não podem se acumular em excesso, pois isso provoca danos, a exemplo do envelhecimento precoce e de algumas doenças.

Os radicais livres também têm relação com a saúde da pele, podendo ocasionar o aparecimento de rugas mais cedo e o aumento da celulite. A principal forma de combatê-los é focar uma alimentação rica em antioxidantes. Para a nutricionista, o ovo é uma ótima aposta:

“Ele tem, em sua composição, luteína e zeaxantina, importantes oxidantes, tendo, como algumas das funções, evitar esse envelhecimento. Um bom exemplo disso é sua proteção à retina dos olhos, atrasando a degeneração esperada pela idade.”

Combate a depressão

Outro grande benefício do ovo é o combate aos sintomas da depressão. Ele tem uma grande quantidade de triptofano, aminoácido que ajuda na produção de serotonina. Ela regula o sono, promove o bom humor, aumenta as sensações de felicidade e diminui o cortisol, substância associada ao estresse, à tensão e à ansiedade.

Como preparar ovos?

Sabe o melhor de tudo? Além dos diversos benefícios, o ovo é um alimento super versátil e pode ser adaptado a muitos pratos! Dá para comer quente, frio, com doce, com salgado, basta deixar a imaginação correr solta. Aqui, comentamos sobre as principais possibilidades de preparo!

Frito

Talvez, seja o jeito mais tradicional, não é? Afinal, é só jogá-lo na panela, com um pouco de gordura, e fica pronto em poucos minutos. Mas quer uma dica para deixar esse processo um pouco mais saudável?

Pegue uma boa frigideira, dessas que não grudam, e unte com um fio de azeite ou óleo de coco. Quando estiver quente e começar a sair aquela fumacinha, diminua a temperatura, jogue o ovo e coloque uma tampa. A concentração do calor ajudará a cozinhar o ovo, sem a necessidade de usar muito óleo. Nem precisar virar de lado.

Cozido

Um jeito bem prático, também, pois é só colocar em uma panela com água e deixar por uns minutos. No entanto, para ficar mais gostoso, há alguns segredos.

Uma boa dica é começar colocando os ovos na água fria, pois a água quente causa choque térmico caso o ovo esteja muito frio pelo tempo de conservação na geladeira, e isso traz o risco de rachar a casca. O tempo de fervura faz toda a diferença para quem tem preferências em relação ao estado da gema. Se você gosta dela mole, mas com a clara cozida, 6 minutos é o ideal. Já se prefere ela dura, deixe por 15 minutos.

Mexido

Bem delicioso, também! Basta quebrar uns ovos na frigideira e mexer, com uma espátula ou colher, até cozinhar. Quem gosta de incrementos, pode misturar um pouco de queijo, tomate e temperos verdes, como orégano e cebolinha.

Pochê

Conhece esse? É gostoso, saudável e bem diferente!

Primeiro, quebre o ovo em uma tigela, com o cuidado para não estourar a gema, e reserve. Coloque água em uma panela e aguarde ferver. Quando isso acontecer, jogue um pouco de vinagre nela e baixe o fogo.

Com uma colher, mexa a água, até formar um redemoinho. Jogue, bem devagar, o ovo nesse espaço. Deixe cozinhar por 3 minutos e meio e retire-o com uma escumadeira.

Omelete

Que tal uma refeição completa, nutritiva e pronta em poucos minutos? Em uma tigela, quebre 2 ovos e os mexa bem, com um garfo ou fouet. A dedicação nessa parte é que deixará a omelete mais macia. Depois, misture ingredientes da sua preferência, como cebola, tomate, queijo, pedaços de frango e sal a gosto.

Unte uma frigideira e, quando ela estiver bem quente, jogue essa mistura. Coloque uma tampa e aguarde o cozimento. Ao perceber as laterais começando a ficar cozidas, pegue uma espátula e vire a omelete do outro lado. Tampe por mais alguns minutinhos e pronto. Bom apetite!

Panqueca light de banana

Já separe os ingredientes para o seu café da manhã! Você pode usar 2 ovos, 1 banana madura, 3 colheres de sopa de aveia e canela. A canela já ajuda a adoçar, mas, se preferir, pode colocar algumas gotas de stevia ou o adoçante da sua preferência.

O modo de preparo é igual ao da omelete. Mas uma dica, aqui, é untar a frigideira com óleo de coco.

Em outras receitas doces e salgadas

De tão versátil que é esse alimento, ele ainda vai bem em várias receitas deliciosas, como bolos, pudins, pães, quindim, tortas, bolinho de chuva, etc.

Como escolher ovos?

A escolha dos ovos influencia a qualidade e o sabor das refeições! Lúcia chama a atenção para dois pontos importantes.

Um deles é a procedência. O alimento precisa ter um selo de inspeção oficial, com a data de produção e de validade. Escolher ovos frescos é importante para usufruir dos benefícios deles.

Outra recomendação é verificar o aspecto. Precisam estar livres de trincas, fissuras e sujidades na casca. É ela que protege o ovo contra germes e bactérias, evitando a temida salmonela, que pode entrar por alguma rachadura. Se for comprar no mercado, abra a caixinha para conferir.

Quais cuidados ter com esse alimento?

Até aqui, você percebeu que existem muitos benefícios do ovo, não é mesmo? No entanto, ele é um produto delicado e precisa de certos cuidados para manter o frescor. Além de ser sensível a temperaturas, sua casca é porosa e absorve com facilidade odores. A nutricionista dá as seguintes dicas para manter a qualidade!

Ao armazenar

“Eles devem ser armazenados, preferencialmente, em refrigeração, em temperaturas que variam entre 8 a 10ºC, por um período dentro da sua validade.” Isso vale, principalmente, para cidades que costumam ser mais calorentas.

O porta-ovos portátil da geladeira é um lugar bem estratégico para isso. Porém, a recomendação é evitar deixá-lo na porta, por ser um local de muita oscilação de temperatura.

Mas e se deixarmos fora da geladeira? “Caso isso aconteça, o ovo deve estar em local seco, arejado e longe de odores, por um período de até dez dias. A minha recomendação é que, nesse caso, as pessoas o comprem para consumir na semana”, completa Lúcia.

Agora, vai uma dica que você provavelmente não conhecia: deixe o lado arredondado para cima, que assim a gema tende a ficar mais centralizada.

Ao usar

Dependendo da receita, o ovo precisa estar em temperatura mais ambiente. Nesse caso, vale tirá-lo da geladeira uma hora antes. Na preparação, não se esqueça: quebre-os, um a um, em uma tigela separada. Assim, se algum não estiver legal, você não estraga a receita toda.

https://rockinteractive.postclickmarketing.com/quiz/cafe-da-manhaPowered by Rock Convert

Existem restrições no consumo de ovos?

Existe alguma restrição no consumo? Será que alguém deve evitar comê-los? E a quantidade máxima diária?

As dúvidas são muitas, mas Lúcia nos ajuda, mais uma vez. Ela explica que, na maioria dos casos, as pessoas podem usufruir dos benefícios do ovo sem receio. A restrição, no entanto, se dá para pessoas com alergia ou com intolerância alimentar.

“Algumas pessoas desenvolvem alergia à albumina, a proteína do ovo. Quando isso acontece, o organismo não reconhece essa substância e passa a combatê-la, como se fosse um intruso ou inimigo. O sistema imune entra em ação e isso causa vários sintomas, alguns até sérios, como falta de ar. Quem tem alergia não pode consumir o ovo, nem preparações que tenham ele como ingrediente”, explica.

A intolerância, por sua vez, não tem a ver com o sistema imunológico e a criação de anticorpos, mas sim, com o sistema digestivo, que não consegue fazer a adequada digestão da substância. Apesar de os sintomas não serem tão sérios, podem ser desagradáveis, como diarreia, gases e fortes dores abdominais.

Dependendo do nível da intolerância alimentar, a pessoa não consegue comer o ovo puro, mas não apresenta muitos problemas se consumi-lo em receitas. “Nas preparações, a porção é bem menor, portanto, o organismo não sente tanto”, explica a nutricionista.

Quanto à quantidade diária, não há regras que sirvam para todos, pois isso depende de várias questões, como o estado nutricional da pessoa e seus objetivos com a saúde e o físico. Na dúvida, vale a pena fazer uma avaliação individual com um profissional de confiança.

Por que apostar nos Ovos Mantiqueira?

Ovo tem marca! Depende dela toda a qualidade e o seu sabor. Olha só alguns dos nossos ovos:

  • Ovos Happy Eggs: ovos de galinhas livres de gaiola, o que favorece o bem-estar animal;
  • Ovos Orgânicos: esses garantem mais bem-estar às aves, que são criadas mais livres e alimentadas com grãos de origem orgânica;
  • Ovos Caipira: são ovos vermelhos e de galinhas criadas livres e com acesso ao campo;
  • Ovos Gourmet: eles têm a casca branca e a cor da gema mais intensa, ótimos para finalizar aquele prato, deixando-o mais bonito, por isso, são muito usados na gastronomia e confeitaria;
  • Ovos Ômega 3: devido ao tipo de alimentação das aves, eles são mais ricos em ômega 3, selênio e vitamina E;
  • Ovos de Codorna: boa opção para montar um prato de petiscos, uma salada gostosa ou um lanchinho saudável para as crianças;
  • Ovos Galinha Pintadinha: que tal unir os benefícios do ovo com uma diversão para a criançada? Essa é uma boa opção para a refeição delas. Os ovos são brancos, de tamanho médio;
  • Ovos Jumbo: são ovos brancos e vermelhos, de tamanho jumbo (acima de 66g), por isso, com mais proteínas;
  • N.OVO: feito à base de plantas e uma ótima opção para quem quiser diminuir o consumo de produtos de origem animal ou tiver alergia ao ovo. Dá para usar em muitas receitas, como bolo, pão, massa e panqueca;

Os Ovos Mantiqueira da linha de bem-estar às aves vêm com um selo que certifica o cumprimento das exigências internacionais, o Certified Humane Brasil.

Além disso, na Ovos Mantiqueira, atuamos com responsabilidade socioambiental e dentro das normas ambientais. Nossas fazendas têm áreas de preservação conservadas e protegidas, pois nossa missão é oferecer alimentos saudáveis e de forma sustentável.

Como você viu, dificilmente dá para encontrar um alimento tão gostoso e versátil como esse! No entanto, faz toda a diferença reparar na marca, que precisa ser comprometida com a qualidade para garantir mais sabor à sua mesa e saúde à sua família. Agora, depois de toda essa conversa sobre tipos e benefícios do ovo, bateu até uma fome, não acha?

Gostou de ficar por dentro dos principais benefícios do ovo? Caso precise de mais informações ou tenha ficado com dúvidas, entre em contato conosco!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.