avicultura de postura

Avicultura de postura: tudo o que você precisa saber!

Você saberia dizer a importância que a avicultura de postura tem na sua vida? Feita assim, de forma direta, essa pergunta pode até parecer estranha. Afinal, esse não é um tema de discussão em uma roda de amigos, como a alta no combustível ou no gás de cozinha, por exemplo.

Porém, diferentemente do que muita gente possa imaginar, a criação de galinhas poedeiras destinadas à produção de ovos tem papel fundamental na economia do Brasil e do Mundo — e, consequentemente, impacta a vida de milhares de pessoas.

Prova disso é um dado do BNDES Setorial, que aponta que os ovos ocupam o quinto lugar no ranking das proteínas mais consumidas do mundo, ficando à frente dos bovinos.

Não sem motivos. Ovos são versáteis, nutritivos e necessários para a produção de diversos alimentos, como bolos, refeições, pratos gastronômicos — elaborados ou não — produtos industrializados e insumos alimentícios.

Além é claro, de alimentar a população país adentro. Quem nunca escutou o carro do ovo, não é mesmo? Todo bairro tem o seu, e esse tipo de atividade depende da avicultura, especialmente de postura, para sobreviver no mercado.

Neste artigo, vamos contar tudo o que você precisa saber sobre avicultura de postura. Vamos explicar o que é, quais são consideradas boas práticas de criação e bem-estar animal e falar da importância da produção avícola no país. Você também descobrirá como conseguir ovos para revender. Confira!

O que é avicultura de postura?

A comercialização de cortes de frangos, perus, gansos, patos, avestruzes e codornas são indispensáveis para suprir as demandas de mercado, porém, hoje, vamos falar de um segmento bem específico, a avicultura de postura.

Ela é uma atividade que visa a produção de ovos tanto para o consumo como para reprodução. Nela, as aves são chamadas poedeiras e são divididas em dois grupos. Somente o grupo de reprodução precisa do galo (macho) para realizar a fertilização dos ovos que serão novas poedeiras ou aves destinadas à avicultura de corte.

O outro grupo se concentra apenas na produção de ovos não fertilizados para alimentar o mercado interno e externo. É com esse grupo de aves que a Ovos Mantiqueira trabalha.

Essa divisão é necessária e vista como benéfica atualmente. Antes, até existiam animais de “dupla aptidão”, ou seja, destinados tanto ao corte como à reprodução, mas com o tempo percebeu-se que eles não eram tão produtivos. Hoje, existem linhagens específicas para cada função.

A Ovos Mantiqueira, por exemplo, destina sua estrutura e tecnologia apenas à cadeia de produção de ovos para o mercado interno e externo.

Produtos da avicultura de postura

Em geral, na avicultura de postura, os ovos são classificados da seguinte forma:

  • Jumbo: acima de 66 gramas
  • Extra: de 60 a 65 gramas
  • Grande: de 50 a 59 gramas
  • Médio: de 50 a 54 gramas
  • Pequeno: de 45 a 49 gramas

A Ovos Mantiqueira também tem produtos específicos como os Ovos Caipira Mantiqueira, Ovos Orgânico Caipira Mantiqueira, linhas Gourmet, Happy Eggs, insumos pasteurizados ideais para preparos culinários e produtos Planted Based, além dos Ovos Ômega 3 Mantiqueira, que são enriquecidos com ômega 3, vitamina E e selênio.

Como é a história da avicultura no Brasil?

A criação de aves no Brasil se industrializou rapidamente na década de 1930, sobretudo devido a iniciativas privadas que passaram a se concentrar na região sudeste, principalmente em São Paulo. Antes disso, a produção de aves para a reprodução e consumo era executada de forma familiar, baseada em subsistência, ou seja, visando consumo próprio e comercializando apenas o excedente.

A partir da década de 1970, a avicultura se desenvolveu ainda mais por conta da entrada de especialistas na produção de aves e empresas processadoras no mercado. E junto com eles vieram também transformações tecnológicas, desenvolvimento da genética e adoção de técnicas de produção intensiva.

Atualmente, existem linhagens de galinhas desenvolvidas geneticamente para superar com mais facilidade desafios sanitários ao mesmo tempo em que são capazes de manter a grande produção de ovos.

Além disso, é possível contar com maquinário e tecnologia de ponta. Aqui na Ovos Mantiqueira, por exemplo, em granjas com sistema de criação tradicional, todo o processo de produção de ovos é feito automaticamente: eles são selecionados, higienizados e embalados sem qualquer contato humano.

Como funciona a criação de aves?

O consumidor atual está cada vez mais preocupado com a origem dos alimentos. Saber o local da granja, como a produção é conduzida e quais práticas de criação são empregadas visando o bem-estar animal é visto como diferencial por grande parte dos consumidores.

Existe uma série de medidas e cuidados por parte do produtor, desde práticas de alimentação até biossegurança. Além disso, também existe uma equipe técnica para acompanhar a produção e a saúde dos animais.

Aliás, vale ressaltar que a criação de aves poedeiras capazes de produzir ovos de qualidade requer não só boas práticas por parte do produtor, mas também pesquisa.

O desenvolvimento do setor requer a incorporação de processos, tecnologias, metodologias e produtos na cadeia de produção. A avicultura é um dos setores da agropecuária que apresentam mais organização, desenvolvimento tecnológico e pesquisas em nutrição, sanidade, ambiência, modelos de criação e técnicas de manejo. 

A Ovos Mantiqueira, por exemplo, é a marca mais inovadora na produção e criação de aves do país. Seu núcleo produtor, localizado na cidade de Primavera do Leste, em Mato Grosso, é o maior do mundo, e sua infraestrutura tecnológica é considerada padrão de qualidade dentro da América do Sul.

A seguir, conheça algumas boas práticas de bem-estar animal utilizadas na criação de aves na avicultura de postura.

Quais as boas práticas de bem-estar animal na avicultura de postura?

O bem-estar dos animais da avicultura é um assunto de extrema importância, não só para os consumidores como também para a indústria, tanto que existem diversas leis e diretrizes para garantir a segurança desses animais.

Um deles é o conceito de bem-estar animal baseado nas 5 liberdades, criado pelo Comitê de Bem-Estar de Animais Agrícolas (FAWC) da Inglaterra em 1979 e utilizado até hoje em diversas partes do mundo.

Nele, a produção e criação de animais deve assegurar que os animais sejam livres de:

  • fome e sede;
  • desconforto;
  • dor, lesão ou doença;
  • medo e angústia;
  • e, por último, que tenham liberdade suficiente para expressar seu comportamento.

Eles concluíram que os animais são seres sencientes e precisam ter direitos humanitários, entre eles, o de não sofrer com dor, medo, estresse, angústia, sede e desconforto físico ou mental. Essas diretrizes são seguidas por algumas empresas ao redor do mundo — e a Ovos Mantiqueira está entre elas.

A primeira legislação do Brasil sobre a proteção animal surgiu ainda em 1934. Em 2000 foi aprovado o Regulamento Técnico de Métodos de Insensibilização para o Abate Humanitário de Animais de Açougue.

No que se refere a criação de poedeiras, em 2008, o país aprovou a Instrução Normativa nº 56, que estabelece protocolos de bem-estar para frangos e demais aves. 

O documento define, entre outras diretrizes, o manejo, as dimensões de gaiolas, a definição de horas de luz solar e a disposição de comedouros e bebedouros.

Com tal preocupação, a Ovos Mantiqueira possui a linha Happy Eggs, cuja produção é totalmente cage free, ou seja, livre de gaiolas. Seu sucesso nessa iniciativa foi tão grande, que recebeu o selo de Bem-Estar Animal da Certified Humane Brasil e assumiu o compromisso de transformar sua produção. Até 2025, a empresa quer alcançar a marca de 2,5 milhões de aves criadas soltas e, desde 2020, investe apenas na expansão de granjas de criação de galinhas livres de gaiola.

A seguir, confira como o cuidado com o bem-estar animal é desenvolvido nas principais granjas.

Prevenção e tratamento de doenças e lesões

A criação de aves deve proporcionar não só espaço suficiente para que elas interajam, como também ambiente seguro, sadio e livre de intempéries e outros agravantes que possam desencadear doenças e lesões.

Para alcançar esse objetivo, os produtores não só investem na infraestrutura das granjas para que essas aves possam viver bem, como também em pesquisa e desenvolvimento de nutrição das aves, manejos e capacitação de pessoas a fim de de garantir mais saúde e bem estar aos animais.

Além da prevenção, os produtores também precisam prezar pelo diagnóstico rápido seguido do tratamento adequado em casos de contaminação. É preciso assegurar que elas não sofram física e mentalmente por enfermidades que possam vir a acontecer.

Vale ressaltar que, entre todas as produções avicultoras do mundo, o Brasil é o país que menos apresenta ocorrências de doenças contagiosas, como a influenza aviária. Por esse motivo exporta em grande quantidade aves, ovos e material genético.

Prevenção e alívio da dor

Às vezes os animais podem se machucar no local onde circulam ou, até mesmo, ao interagir de forma violenta com outras da sua espécie devido ao estresse.

Além da prevenção para que isso não aconteça, essas aves, quando sofrem algum acidente, precisam receber tratamento veterinário o mais rápido possível para que não sintam dor, desconforto, medo ou angústia. O atendimento e o acompanhamento precisam ocorrer o mais rápido possível por profissionais capacitados como Médicos Veterinários.

Fornecimento de alimentação

Os produtores precisam assegurar comedouros acessíveis e pontos de água fresca aos animais no espaço em que circulam. Além disso, também precisam fornecer uma dieta adequada, que proporcione saúde e vigor para as aves.

Esse é um dos pontos que mais recebem investimentos em pesquisa, afinal, a alimentação adequada é um dos fatores fundamentais para a segurança de produção de todo o setor avicultor.

Lembra-se do preceito das 5 liberdades? As aves precisam ser livres de sede e fome. Nesse sentido, a alimentação precisa ser abundante e nutritiva para que os animais consigam viver bem e saudáveis durante todo seu ciclo produtivo.

Condições de vida

Para assegurar melhores condições de vida para as aves, o produtor precisa garantir ambiente adequado, abrigo, área confortável para descanso e companhia de outros animais de sua espécie. Eles também precisam assegurar que elas não sofram de angústia, medo e qualquer outro sofrimento físico e mental.

A busca por melhores condições de vida para os animais dentro da avicultura é o que impulsiona cada vez mais o movimento cage free. Existem diversas ações nesse sentido. A Ovos Mantiqueira, por exemplo, possui as linhas Happy Eggs e Caipira Orgânico com aves criadas livres de gaiolas e tem planos de aumentar sua produção nesse sistema de produção até 2025.

Qual a importância da produção avícola?

Além de ser um dos pilares da economia brasileira, a produção avícola abastece grande parte do mercado interno e coloca comida na mesa de muitos brasileiros, seja diretamente por meio de seus produtos, seja por meio dos empregos gerados.

Algumas das principais vantagens da produção avícola para a população, sobretudo na produção de ovos, são os preços acessíveis e benefícios à saúde.

Ovos fornecem alimentos ricos em proteína de extrema importância para:

  • catalisação de reações químicas (enzimas);
  • transporte de oxigênio (hemoglobina);
  • construção e regeneração muscular;
  • defesa (anticorpos);
  • síntese de hormônios.

Além disso, os ovos também são fontes de aminoácidos, vitaminas, zinco, cálcio, ferro e muitos outros componentes importantes para nossa saúde.

Do ponto de vista do produtor, a avicultura possibilita produção em larga escala e ciclo produtivo rápido. 

Qual é cenário brasileiro?

Segundo a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), no início do ano de 2022, por exemplo, o país totalizou US$ 12,7 milhões em exportações de genética avícola, isto é, ovos férteis e materiais genéticos.

O cenário brasileiro também é promissor em relação à pesquisa e desenvolvimento tecnológico. Cada vez mais a indústria se moderniza e desenvolve meios de melhorar a infraestrutura e bem-estar das aves. Isso inclui também a busca pela oportunidade de criar aves mais saudáveis, produtivas e resistentes a doenças.

No entanto, os países estrangeiros não importam apenas material genético. As exportações de ovos in natura e processados também apresentaram crescimento.

Apenas em janeiro de 2022, essas transações totalizaram 2,316 mil toneladas de produtos enviados ao mercado externo, número 42,6% maior do que o apresentado no mesmo período de 2021. A receita total gira em torno de US$ 3,089 milhões.

A Ovos Mantiqueira possui no interior do Mato Grosso o maior núcleo produtor da América do Sul, com 6,3 milhões de aves.

Quais os aspectos econômicos da avicultura?

A avicultura brasileira é a terceira maior do mundo. Além das receitas com exportação, a atividade é responsável por suprir o mercado interno com alimentos acessíveis e ricos em proteínas.

O segmento gerou no país cerca de 5.993 postos de trabalho ao longo de 2020, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged) e pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). 

Isso sem falar das outras possibilidades de fonte de renda, como a revenda. Você pode, por exemplo, empreender de forma autônoma e independente por meio do nosso site e do Clube Mantiqueira.

Veja, a seguir, como tudo o que explicamos até aqui pode ajudar você com a revenda de ovos.

Como empreender por meio da revenda de ovos?

Neste conteúdo, apresentamos diversas informações que podem ajudar você a empreender com a revenda. A mais relevante delas é que os ovos são uma importante fonte de proteína da população mundial e com grande demanda interna.

Seu consumo tem aumentado muito devido ao seu custo-benefício e rendimento em relação às demais fontes de proteína animal como carne de porco, boi e frango.

Segundo a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), o brasileiro consumiu, em 2021, em média 255 unidades de ovos. Isso dá cerca de 21 ovos consumidos a cada mês. A estimativa é que isso aumente cada vez mais. Promissor, não é mesmo?

Além de saudáveis e acessíveis, possuem diferentes tipos. Sim, isso mesmo! Ovo não é tudo igual e para revendê-los de forma eficiente é importante saber disso para atender e trazer diversidade para seus clientes.

Bem, você já sabe as principais informações sobre o setor, agora é preciso que você entenda qual será o seu público-alvo e qual a melhor forma de atendê-los para revender. Sua cidade possui demanda para produtos específicos como a linha gourmet usada em restaurantes? Ou apenas ovos tradicionais?

Ovos Jumbo Mantiqueira, por exemplo, por serem maiores, têm também grande utilidade devido ao seu custo-benefício em receitas e produtos como bolos e doces. Além disso, existe no mercado uma demanda crescente por produtos orgânicos e de produção livre de gaiolas, como a linha Happy Eggs e Ovos Caipira Orgânicos Mantiqueira.

Você pode vendê-los por meio de veículos, levando-os aos seus clientes, ou em mercearias, lojas, hortifrutis, supermercados e estabelecimentos de pequeno porte. Você também pode fornecer para estabelecimentos e cozinhas industriais, que possuem sempre grande demanda. As possibilidades são diversas.

O principal ponto a ser considerado em um primeiro momento é definir quais tipos de produtos contam com demanda dentro do seu público-alvo. Feito isso, basta encontrar um revendedor de qualidade e reputação antes de começar a revender.

Afinal de contas, se você quer revender, precisa garantir que seus clientes recebam ovos frescos e de boa qualidade, não é mesmo? A seguir, veja como adquiri-los para a revenda.

Como revender os produtos do Grupo Mantiqueira?

Revender ovos é bem mais prático e simples do que criar animais. Você deve ter percebido que a infraestrutura e a tecnologia para garantir o bem-estar das aves na avicultura de postura requerem atenção a certas diretrizes, não é mesmo?

Ao aderir a revenda de ovos, você recebe os produtos já prontos e com a certeza da qualidade e atenção às principais regras e legislações que precisam ser atendidas na criação de aves. Nesse sentido, a Ovos Mantiqueira é excelência em avicultura de postura há mais de 30 anos no mercado alimentício e um dos principais fornecedores da América Latina.

Agora que você já sabe tudo o que precisa sobre avicultura de postura e tem as informações deste conteúdo como suporte para iniciar suas atividades, está na hora de adquirir produtos de qualidade para atender as demandas dos seus clientes.

Saiba que você pode comprar os produtos da Ovos Mantiqueira por atacado, direto da granja, utilizando apenas seu CPF, sem CNPJ. É importante ressaltar, no entanto, que possuir um cadastro empresarial pode proporcionar algumas vantagens, como emissão de notas fiscais, máquinas de cartão, conta em banco e outras ferramentas comerciais.

É possível adquirir ovos tradicionais e produtos específicos, como Caipira, Happy Eggs, Plant Based e orgânicos em sua casa ou estabelecimento por meio de compras avulsas ou por assinatura. Basta adquirir os produtos que você quiser por meio do Clube Mantiqueira ou entrando em contato por meio do e-mail sac@grupomantiqueira.com.br e informar sua cidade.

Temos o maior polo produtor do mundo em Mato Grosso e unidades de produção em Minas Gerais, Paraná, Goiás e São Paulo, onde é produzida a linha Happy Eggs.

Neste artigo, você descobriu o que é avicultura de postura, como funciona, as principais práticas de criação de animais e bem-estar animal e a importância da atividade para o país e pro mundo. Além disso, viu como essas informações podem ajudar na revenda desses produtos, não é mesmo?

Se esse conteúdo ajudou você, assine nossa newsletter! Estamos sempre produzindo conteúdos sobre produção de ovos, especificidades do setor e dicas para como revender!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.